Escolha uma Página

Mesmo em um cenário atual de crise, pesquisas mostram que o número de lojas virtuais tem tido um crescimento considerável. Entretanto, não basta apenas criar um comércio eletrônico, mas, sim, garantir uma boa gestão de e-commerce.

Isso porque todos querem garantir a sua fatia nesse mercado promissor. Mas aplicar a gestão de e-commerce de forma inteligente e eficaz requer alguns cuidados.

Está complicado driblar a concorrência ou registrar um lucro significativo? Potencialize sua administração com táticas excelentes para que o seu negócio cresça de vento em popa!

Entenda a importância da gestão de e-commerce

 

Você já sabe o quanto o universo virtual é atrativo e também que muitos empreendedores querem abocanhar a parte que lhes cabem desse segmento.

Isso sem falar que o público que prefere comprar on-line cresce a cada dia. Seus clientes potenciais pesquisam bastante e efetuam a compra, muitas vezes, na tela do próprio smartphone.

O avanço da tecnologia facilitou bastante a popularização e a consolidação do comércio eletrônico. E, com isso, veio também mais poder para as mãos do cliente.

Então, o que fazer?

Conhecimento prático

Para obter o devido destaque e deixar os concorrentes para trás, é preciso estudar, investir e acompanhar de perto o desenvolvimento da sua loja virtual. A gestão de e-commerce adequada é que vai possibilitar um crescimento saudável ao seu negócio.

Diminuição de riscos

Além disso, a gestão ajuda a minimizar as chances de falhas e oferece estratégias que asseguram um resultado bem mais satisfatório. Mas é claro que, sem o devido domínio e dedicação, obviamente, a loja virtual não consegue sobreviver.

Por isso, os gestores precisam entender que o conjunto de ferramentas deve convergir para a sua própria atuação, facilitando a administração do comércio eletrônico.

Ferramentas de sucesso

Um ponto importante que aumenta a eficiência do gerenciamento são as ferramentas tecnológicas disponíveis. A própria internet é democrática e abriga inúmeras facilidades, em grande parte gratuitas, para melhorar sua gestão.

Exemplo dessa praticidade é a variedade de pagamentos que pode garantir até mesmo a fidelização do cliente. Inclusive, a página de checkout também pode elevar suas conversões.

Imagine um sistema integrado seguro, credenciado com as processadoras de cartão, facilitando todo o seu trabalho, oferecendo as principais formas de pagamento e acompanhamento de transações de modo simples e rápido. Ótimo, não é verdade?

 

Conheça como aplicar o gerenciamento eficiente

 

Além de possibilitar a existência do e-commerce, a tecnologia oferece ferramentas para impulsionar e consolidar seu negócio on-line. Aprenda algumas práticas decisivas:

1. Conheça o seu público

Primeiramente, é imprescindível definir a persona do seu negócio. Quem são seus potenciais clientes, o que fazem e quanto ganham? Você precisa se colocar no lugar do consumidor para entender seus objetivos e oferecer um produto que vai ao encontro do que ele procura.

Portanto, conhecê-los é fundamental para vender mais e ainda para escolher técnicas de marketing corretas para seu público.

2. Controle gastos e finanças

Nesse ponto, é importante destacar que um empreendedor não precisa, necessariamente, ser um especialista em finanças.

Mas é vital saber ler os números e que a forma mais prática para visualizá-los adequadamente é alimentando planilhas ou recorrendo aos sistemas de Enterprise Resource Planning (ERP) — ou Planejamento dos Recursos da Empresa. Softvar, Smartbill e PWI são exemplos de ERP.

Essa ferramenta eletrônica é uma solução excelente para medir mensalmente seus resultados, fluxo de caixa, gestão de estoque, balanço, entre outros.

Isso porque o controle automático fornecido pelo sistema enriquece sua gestão e minimiza falhas humanas e desequilíbrios que comprometem a vida financeira do seu negócio.

3. Defina um plano de marketing

Não adianta conhecer seus clientes e acompanhar de perto seus rendimentos se não divulgar seus produtos ou serviços.

Lembre-se de que o universo virtual é democrático e disponibiliza espaço a todos que souberem executar um plano de marketing positivo.

Assim, é importante não só priorizar a aquisição de leads, por meio de estratégias que conquistam visitantes qualificados e ampliam a visibilidade do negócio, mas também investir na fidelização e no e-mail marketing, por exemplo, que aumentam a presença da sua marca.

4. Avalie seus resultados

Outro fator relevante são os instrumentos que facilitam a mensuração dos resultados das campanhas de marketing.

Por meio deles você consegue identificar quantas pessoas acessam sua página, quantas efetuam o cadastro, quantas abandonam o carrinho de compras e quantas, de fato, finalizam a negociação.

Algumas ferramentas são gratuitas, mas exigem familiaridade com o tema. Com as métricas corretas você consegue reformular o plano de ação e melhorar seu desempenho rumo ao objetivo traçado previamente.

5. Considere a opinião dos clientes

Aqui está outro meio fundamental de gerenciar seu e-commerce: a excelência no relacionamento com o cliente.

Quando você se dispõe a ouvi-los — seja por pesquisas de opinião ou reservando um espaço aberto — ela ganha credibilidade. Com isso, também é possível aumentar a capacidade de identificar e melhorar seus pontos negativos.

E não é só escutar as críticas, você deve respondê-las de forma atenciosa e cortês.  É preciso demonstrar autoridade para lidar com quaisquer falhas que possam comprometer a experiência de compra.

Lembre-se de que se antes o cliente sempre tinha razão, agora ele tem ainda o poder de disseminar informações rapidamente. E isso funciona tanto para os elogios quanto para as reclamações ou problemas na entrega, no produto, no atendimento ou na troca. É importante ter em mente que os comentários negativos repercutem com muito mais força nas comunidades online.

6. Programe o crescimento da sua empresa

Até agora você aprendeu que é importante entender seu público-alvo, controlar o setor financeiro, escolher planos de marketing adequados à sua persona, avaliar o resultado e levar em conta a opinião da clientela.

Porém, é necessário estabelecer metas de faturamento e ponderar as maneiras mais viáveis de conseguir um bom investimento. Além de tomar cuidado para que isso não comprometa seu controle financeiro com dívidas a longo prazo.

Atualmente, você precisa investir em tecnologia, contratação, volume de estoque ou marketing para que seu empreendimento possa decolar?

Essa é uma etapa muito importante da jornada de gerenciamento digital. Você precisa manter-se motivado e focado em seus objetivos para levar seu e-commerce adiante!

Agora que você já entendeu como funciona uma gestão de e-commerce eficaz, aproveite para deixar seu comentário contando quais dessas sugestões vêm sendo aplicadas em seu negócio de forma estratégica e satisfatória.

Quer receber as novidades de e-commerce em primeira mão?

x